28.11.2020
Solução Participada para Plásticos Marítimos na Ilha de Moçambique
Foi aprovado, pela Cooperação Portuguesa, o "projeto Solução Participada para Plásticos Marítimos" este projecto será implementado de 2021 a 2023 na Ilha de Moçambique, cidade membro da UCCLA.
 
Apresentado a concurso pela URB-África e UCCLA, o projeto conta com a cooperação e parceria solidária da APETUR - Associação de Pequenos Empresários de hotelaria e turismo da Ilha de Moçambique, CAIRIM da Universidade Eduardo Mondlane, Conselho Municipal da Ilha de Moçambique, Ensaios e Diálogos Associação, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Lúrio e OIKOS - Cooperação e Desenvolvimento.
 
Envolve e interliga responsabilidades, esforços e capacidades criativas, críticas e educativas, numa ação plural sustentável de múltiplos parceiros e atores - sociedade civil, governação local, sector académico e educativo, sector privado e público em geral.
 
Tem como objetivo proteger e valorizar o ecossistema marinho da Ilha de Moçambique com a participação da população na resposta ao problema dos plásticos marítimos, com início previsto para o dia 1 de fevereiro de 2021, com um prazo de execução de 24 meses, e um financiamento total de 203 811,00 €.
 
O projeto, no setor do ambiente, crescimento verde e energia, é uma resposta participativa ao desenvolvimento social, cultural e económico da população da Ilha de Moçambique através da sua participação na valorização do ecossistema marinho - de cuja preservação dependem as principais atividades económicas locais.
 
fonte: UCCLA