05.06.2018
Formação de guias de turismo na Ilha de Moçambique

Decorre na Ilha de Moçambique um curso de formação de guias, desde o dia 30 de Maio, desenvolvido pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Lúrio e direcionado aos profissionais que exercem esta atividade.
 
Esta formação tem como objetivos capacitar, reciclar e munir os guias desta cidade de mais e melhores competências profissionais para o aperfeiçoamento da prestação de serviços de guia aos turistas que a visitam.


Ainda, esta formação insere-se no âmbito da implementação do memorando de entendimento assinado entre a Universidade Lúrio e a UCCLA, União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa, para apoiar o Conselho Municipal da Cidade Ilha de Moçambique, CMCIM, que dentre várias outras atividades prevê a implementação de um programa de capacitação e de interligação dos guia turísticos da Ilha de Moçambique.
A formação irá decorrer durante oito dias úteis, está a ser orientada pelo Professor Doutor Victor Ambrósio, professor na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril (ESHTE), em Portugal, desde a sua fundação em 1991.
O docente também lociona em vários outros programas de Mestrado e Doutoramento noutras instituições e, tem larga experiência de trabalho como Promotor Turístico e Guia-Intérprete Nacional. É Bacharel em Turismo no Instituto Superior de Línguas e Administração, Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas (Inglês e Alemão) pela Universidade de Lisboa e, Mestre e Doutor em Geografia pela Universidade Nova de Lisboa. Tem publicado em diferentes Revistas Científicas, sendo a sua principal área de investigação o Turismo Religioso e Itinerários Turísticos.
No geral, os formandos estão muito satisfeitos com a formação, pois, veio reciclar alguns conhecimentos já que possuíam e abrir novos horizontes para esta importante atividade na Ilha de Moçambique.
João Salavessa, diretor da FCSH confirma que estas iniciativas são para ser continuadas e desenvolvidas de forma sustentável, para que haja uma efetiva contribuição e impacto positivo da faculdade no desenvolvimento da região e do país, justificação primeira do projeto de criação e implementação da FCSH na Ilha de Moçambique.
 

Sabe mais aqui...