Monumentos

SÍTIOS
 

Fortaleza de São Sebastião

A construção da Fortaleza de São Sebastião foi realizada de 1545 a 1547. Uma estrutura maciça e intimidante era necessária para afirmar o  papel de Portugal e defender os seus interesses no turbilhão de um crescente comércio internacional. Substituiu o obsoleto pequeno forte de  São Gabriel, que tinha perdido a sua capacidade de enfrentar a ameaça iminente dos sultanatos swahili vizinhos. A pequena Capela de Nossa  Senhora de Baluarte (1522), dentro da Fortaleza, pensa-se que seja a mais antiga construção portuguesa no hemisfério sul e, com as arcadas  finamente trabalhadas, um exemplo extraordinário de arquitetura manuelina.

Fortim de São Lourenço

A primeira fortificação de São Lourenço, construída em 1588, foi feita para defender o canal que dá acesso ao porto, do lado sul. O fortim  começou a ser construído em 1695 e ficou concluído em 1707. Em 1830 foi remodelado ficando com o aspecto que ainda hoje mantém.

Fortim de Santo António

O primeiro fortim de Santo António foi construído em 1587 pelo receio, na época, dos ataques à ilha do lado leste. Mas em 1595 a obra foi  embargada pelo reino. Em 1820 foi ordenada a construção do atual fortim.

Palácio de São Paulo ou Museu da Ilha

Inicialmente, era um colégio dirigido por Padres Jesuítas. Começou a ser erguido em 1610. Em 1670, o colégio foi incendiado e destruído pelos  árabes vindos de Mascate (Xeicado). Foi reconstruído em 1674 e funcionou até 1759, data em que os Padres Jesuítas foram expulsos de  Portugal e das colónias. Passou a ser o Palácio dos Governadores Gerais de 1763 a 1898.
 Após a Independência Nacional passou a ser Museu da História Colonial. O museu comporta:
 - A capela de São Paulo;
 - Museu de Arte Sacra;
 - Museu da Marinha (incorpora uma exposição sobre os resultados dos trabalhos de arqueologia subaquática);
 - Museu de arte decorativa.

Igreja da Misericórdia

Anexa ao Palácio de São Paulo encontra-se a Igreja da Misericórdia (século XVII) que apresenta, na sua fachada, elementos decorativos árabes  na secção central, indianos nos ornatos ondulantes e portugueses na própria composição barroca com as pirâmides. Aqui funciona o Museu de  Arte Sacra.

Mesquita Principal

No século XVIII, foi construída a Mesquita Principal (Mesquita Grande) na Ilha de Moçambique. O nome de Moçambique, que ostenta a República e  o Território Nacional, resulta da presença secular dos swahili, como colorário do sheikado de Muss-Al-M’Bike.

 

Templo Hindu

O templo Hindu evidencia a presença da comunidade Hindu na Ilha de Moçambique, que se dedicou fundamentalmente ao comércio, a partir do século XVII. A construção do templo é da mesma época.

 

Igreja da Saúde

A Igreja da Saúde está situada junto ao Hospital. Foi construída na primeira metade do século XVII, tendo sofrido ao longo dos anos  subsequentes ações de restauro de que fazem menção algumas pedras lavradas e colocadas à entrada.

 

Primeiro hospital de Moçambique

 

O Hospital da Ilha de Moçambique foi construído em 1877. Foi durante vários anos o principal Hospital de toda a costa oriental de África.

 

Capela de São Francisco Xavier

Serviu de residência do Padre Francisco Xavier, de Setembro de 1541 a Fevereiro de 1542, apóstolo este das Índias. A Capela foi reconstruída  em 1922 e o seu alpendre é de 1936.

 

Convento de São Domingos

O primeiro convento foi construído em 1578 e destruído pelos holandeses em 1607. O atual convento (Tribunal Distrital) foi reconstruído em 1662.  Em 1935 foi instalado aí o Tribunal da Comarca de Moçambique.

 

Jardim de Memória

O monumento do Jardim de Memória (2013) foi criado no quadro do projeto internacional designado “Rota da Escravatura”, iniciado pela UNESCO,  tendo sido produzido pelo então Ministério da Educação e Cultura de Moçambique e pela Associação Histoun da Ilha de Reunião, numa parceria  institucional. Este monumento foi inaugurado no dia 23 de Agosto de 2007, fazendo parte da categoria do património em construção.

 

O QUE VISITAR NA ILHA

 

- Padrão da Almas

 

- Monumernto aos mortos da grande guerra

 

-Estátua de Vasco da Gama

 

- Estátua de Luís de Camões

 

Padrão à Vasco da Gama

 

- Pontão

 

- Ourives

 

- Zona Macuti

 

- Zona de Pedra e Cal

 

- Zona Continebtal

 

- Capitania

 

- Costureiros

 

- Mesquitas

 

- Igrejas

 

- Cemitérios históricos

 

- Fortes

 

- Casa de Camões