16.02.2017
Uma parceria Estratégica com um horizonte promissor
Esteve em visita de trabalho nos escritórios do Gabinete de Conservação da Ilha de Moçambique (GACIM) no dia 08 de Fevereiro de 2017, uma missão da Cooperação Portuguesa composta pelos senhores, Vice-Presidente do Camões- Instituto de Cooperação Portuguesa, Gonçalo Teles Gomes; o Conselheiro da Cooperação portuguesa, Miguel Girão de Sousa e o Coordenador local, Vasco Ribeiro no âmbito do programa Cluster da Ilha de Moçambique.
 
De recordar que o programa Cluster estabeleceu parcerias entre entidades Moçambicanas e Portuguesas através da celebração de protocolos que regulam os procedimentos para participação dos parceiros no período 2015-2018.
O programa Cluster da cooperação portuguesa na Ilha de Moçambique, para alcançar os objetivos almejados foram estabelecidas intervenções em domínios, estando o GACIM no âmbito da preservação e reabilitação de patrimônio histórico e cultual.
 
Assim, constituiu como objetivo da missão visitante, auscultar ao GACIM sobre soluções em vista para sustentar a problemática da ausência de Arquiteto no seu quadro do pessoal que permita um dialogo técnico com a Direcção Geral do Patrimônio Cultural de Portugal.
Em resposta, ambas as partes acordaram colaborar para o alcance de soluções, sendo, numa primeira fase, aprimorar as relações com a Universidade Lúrio para afetação temporária de um Arquiteto, cujos contatos foram estabelecidos tendo o Magnifico Reitor manifestando o total interesse.
Visita Vice-Presidente do Camões- Instituto de Cooperação Portuguesa
Este entendimento conduzirá as partes, a celebração de um Acordo tripartido, GACIM, UNIVERCIDADE LÚRIO E COOPERAÇÃO PORTUGUESA, não obstante a última parte ser cautelosa quanto a assunção de compromisso, ou seja, os encargos com deslocações ou estadia da Arquitecta, facto que ainda deve ser alvo de conversações entre as partes.
Face ao exposto ficaram naturalmente satisfeitos ao constatar que é vontade de todas as partes em ver o acordo triplicado celebrado.